ELE ME TRAIU!

traicao

“Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar a acreditar-te”.

Friedrich Nietzsche

Hoje, às quatro da manhã, recebi um telefonema de uma paciente, que havia descoberto a traição de seu esposo. Por serem duas pessoas muito conhecidas e o patrimônio envolvido é muito grande, tudo está sendo “resolvido” entre quatro paredes, amigavelmente. Dentre todas as coisas que ouvi ao longo do seu desabafo, me chamou a atenção a seguinte coisa, que foi repetida, com muita veemência e custosas lágrimas e soluços: ELE me traiu, ELE não me respeitou, ELE  jogou nossa história na lata do lixo por conta de uma vadia qualquer, o que eu faço agora, Kléber, perdoo?

Naquele horário, dar qualquer parecer sobre uma situação, numa hora daquelas, seria quase um milagre para uma pessoa incomum, como eu, que só funciona, após as nove… Enfim, mas de tudo que ouvi, o que mais me chamou a atenção foi a forma do ELE ser responsável por tudo, então, algumas considerações eu tive que fazer naquele momento e são considerações genuínas, pois não vejo a traição como uma coisa aonde a “culpa” é sempre do outro. Penso da seguinte forma: Se eu amo alguém, construo com essa pessoa um patrimônio emocional e, de “uma hora para outra”, essa pessoa deixa tudo no vácuo, por conta de uma terceira, isso deixa de ser um problema meu e passa a ser, totalmente, de responsabilidade do outro.

images

Não acredito mesmo, que quem ama, não trai, eu acredito sim, que quem SE AMA, NÃO SE TRAI. Alguém que não tem certeza de seus sentimentos e vai em busca de uma segunda opção, desculpem, mas não era digno nem da primeira… Nós só podemos ser fiéis a nós mesmo, aos nossos sentimentos, simples assim! Se, tenho um relacionamento com alguém, que necessita buscar outras fontes, o culpado não é ele, sou eu quem me permito isso, então, não tenho que responsabilizar a terceira pessoa, pela atuação mal administrada de quem vive comigo. Fui eu quem não reconheci os “SINAIS”, fui eu quem deixou as coisas seguirem, por conveniência e até mesmo preguiça… O outro só pode fazer comigo aquilo que eu deixo, EU sou responsável apenas pela parte que me cabe aos meus sentimentos, não dá para administrar o sentimento alheio, não tem como se prever a reação do outro diante das novidades, que o mundo oportuniza a todos nós diariamente…

Traicao-tem-perdao

É fato, se observamos a fidelidade em relacionamentos por esse prisma,  não poderemos mais negar  que, conseguir um parceiro fiel se tornou quase impossível, “é como ganhar na loteria” e a pergunta que cabe nesses casos, é: por que será que homens e mulheres traem tanto? Obviamente, estamos numa época em que as pessoas estão bem mais liberais e, além de tudo, perdidaças…  O avanço da mulher no quesito relacionamento e liberdade sexual, esta causando uma igualdade em relação à traição… Diversas pesquisas apontam, para o número de mulheres, que traem é comparável ao número de homens: situação que causa grande desconforto numa sociedade ainda machista demais.

O fato, é que não podemos nos tornar responsáveis pelo que o outro irá fazer com o que recebe de nós. Nós é que temos que nos tornamos, absolutamente responsáveis, pelo nosso DAR E RECEBER… Fato, comum são pessoas que dão demais e terminam cobrando demais e, se eu dou algo de meu para alguém, é porque assim eu quis, não tenho que contabilizar sentimentos, ações minhas, mas, em função, de diariamente poder observar esse tipo de comportamento aqui no Espaço, acho que vale à pena enumerar, algumas das questões que julgo serem as principais vertentes de traição dentro de um relacionamento, pelo menos é o mais próximo que consigo chegar disso chamado traição.

15655801_uWqnG

A primeira coisa que observo aqui, nos relacionamentos, é a monotonia: algumas pessoas que traem, chegam aqui dizendo, que não há nada a reclamar sobre o parceiro fixo, a traição apenas se torna parte de uma vida um pouco monótona, levando a pessoa a buscar momentos rápidos de sexo e carinho com pessoas diferentes. Essas pessoas quando questionadas sobre culpa, dizem não sentirem-se com qualquer remorso e, pior, acham que apenas dessa forma conseguem segurar um relacionamento fixo, sem cair na monotonia e até dizem, que as brigas se tornam mais escassas. O que é que eu posso dizer em função disso?

images

A segunda coisa, é que tanto quem trai e como quem é traído, sofre de uma coisa, hoje muito comum nos dias modernos, que é a baixa autoestima. A baixa autoestima que algumas pessoas sentem, podem levá-las à traição para sentirem-se com uma sensação de poder e alívio frente à sensação de se sentirem rejeitadas e não tão valorizadas pelo parceiro. Estar com outra pessoa é uma forma de elevar a autoestima… Geralmente essas pessoas não conseguem traçar diálogos para a resolução dos problemas, colocando na traição a solução para todos os seus problemas internos.

caneca_frases_famosas_infante_d_joao_1374-rac74eaf1f2264afcb886a6dff46fbf81_x7jg5_8byvr_512

A terceira coisa e não menos importante, é a filha da puta, da carência afetiva. Muitas vezes buscar outro parceiro não é querer variar no sexo, é querer receber carinho quando está se sentindo carente com o parceiro fixo. A carência afetiva, pessoal, faz com que a busca por sexo com outras pessoas seja constante, é um disfarce, ao invés de conversar com o parceiro, ou mesmo se separar, a pessoa se envolve com outros para tapar os buracos da desilusão.

tumblr_m94lleKkaV1roh7mb

A quarta e mais triste desculpa que conheço, é a vingança. Vejo muito isso aqui, a bendita da traição por vingança, essas pessoas se sentem melhor ao “dar o troco”, gostam da sensação de “olho por olho e dente por dente”. Daí fudeu tudo, porque viver assim é perder as consoantes de se mesmo! Muita gente acha que apenas as mulheres traem por vingança, mas os homens, também, tem esse hábito.

1458

A quinta observação minha, é que tem muita gente que trai, por curiosidade, por impulso mesmo… Percebi, ao longo desses anos, que pessoas mais impulsivas e imaturas costumam trair e colocam a culpa “nos hormônios”, mas querem apenas variar; sentem a curiosidade pelo novo e não conseguem se controlar diante de paqueras e insinuações de pessoas desconhecidas. Geralmente, são pessoas muito imaturas no quesito emocional.

images

Mas, o que eu acho mesmo, é que ninguém trai ninguém, nós nos traímos e, quando isso acontece, entre duas pessoas, penso eu, que o importante, é manter a disciplina do diálogo sincero, tampar o sol com a peneira é a pior forma de evitar que o seu parceiro não te traia. Quando um casal briga, apesar da falta de respeito, mas, AMBOS, lutam pela relação, no sentido de querer modificar o outro, ok, mas quando a falta de respeito, é a indiferença… Aí a história é outra, o que o outro faz, ou deixa de fazer e dizer não causa mais efeito sobre o parceiro; dificilmente a relação poderá melhorar. É o ponto final da relação.

artigo_879

Um relacionamento ter que ser algo que evolui, que se transforma. Muitos casais costumam enxergar o início do relacionamento como a melhor parte dele e tentam, desesperadamente, como se isso fosse possível, voltar a essa fase, ou reproduzi-la como quem reproduz um quadro… Não, não é possível tudo voltar a ser como antes, com respeito ou sem ele! A gente pode ir até Paris e amá-la, mas vai chegar uma hora que temos que voltar, com a nossa bagagem, às vezes mais pesada, mas Paris tem que ficar aonde sempre esteve.

images (1)

Quando você diz “perder o respeito”, refere-se a brigas ou a indiferença? Sim, porque brigas, por pior que sejam, sinalizam que o casal AINDA luta pelo relacionamento, AINDA se esforça para tentar modificar o parceiro por mais difícil que seja, ainda vê uma luz no fim do túnel… E nesse caso pode sim, haver um momento de conscientização em que a relação seja vista como importante e consiga tomar um rumo mais adequado. Apesar das palavras usadas, dos tons altos, ou das ofensas! Embora seja impossível apagar, completamente, as cicatrizes de atitudes agressivas, elas podem ser neutralizadas através de novas experiências de tom mais agradável, do esforço, em comum, para que o “construir” seja mais importante do que o “destruir”. Agora, se como perda de respeito você se refere à indiferença, aí o quadro muda…

003

Quando o que o outro faz ou deixa de fazer, diz ou deixa de dizer, não lhe causa mais efeito sobre o parceiro, dificilmente a relação poderá melhorar… Aí, talvez seja melhor cada um tomar seu rumo e buscar uma nova parceria ou, conformar-se com a solidão a dois… Porque na relação amorosa a indiferença é o ponto culminante da falta de respeito e, geralmente, seu ponto final.

311573_326852674066952_864855383_n-400x359

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: