EU POSSO SER SINCERO NO NATAL? NÃO? ENTÃO VOU FAZER CAMPANHA PARA ISSO!!!

POSSO SER SINCERO NO NATAL?

Pelo direito de falar a verdade na cara

Natal é a época da falsidade em prevalência… A começar pela data: 25 de Dezembro, que celebra, supostamente, o nascimento de Cristo. Mas, já está comprovado que Jesus não nasceu no dia 25 de Dezembro. A data é, na verdade, a celebração do solstício, Deus do sol que vence. Então, se Cristo não nasceu dia 25/12, se ele não nos incentivou a consumir desenfreadamente, a fazer ceias e desperdiçar comida, e nunca nos mandou ser falsos, me diga: qual o sentido do natal a não ser vender, vender e vender, nesse sistema capitalista e selvagem?!

E o pior, é que mesmo sem acreditar a gente se pega dando “feliz natal” até para a maçaneta da porta. Eu digo não! Sim, pela sinceridade no natal! Se as pessoas querem renascer, celebrar uma vida nova, elas precisam ouvir na cara tudo que elas fizeram de errado… Como melhorar sem saber como e no que melhorar? Ao invés de presentes eu acho que todos deveriam chegar e dizer: “meu amigo você é um filho da puta, você esse ano me fez sofrer por isso, por isso e por isso… Mas ainda assim eu te amo”. Olha que bonito! Isso sim é amor, sincero e verdadeiro e no clima natalino! Porque é difícil dar presentes e feliz natal para aquela pessoa que não merece nem o seu bom dia… O natal é o dia internacional do “esqueça que eu te ferrei o ano inteiro, me ame ou sinta-se culpado”! Eu digo não!

E o tal do Papai Noel? Outra invenção para ganhar dinheiro… E o pior, fazem a gente acreditar por anos na infância que o bom velhinho existe para depois contar que ele não é de verdade! Me explica, por favor: para quê? Sorte a minha que há anos o coelho da Páscoa me contou que o Papai Noel é uma farsa, mas nem todas as crianças tiveram essa sorte! Outro dia um professor amigo meu me contou que a filha dele ficou inconsolável ao descobrir que Papai Noel não existia, ela chorou, chorou, e chorou nos braços da mãe que também chorava. Triste ela disse: “ah papai eu acreditava em tanta coisa… Papai Noel não existe! Sabe o que não existe também? Coelho da Páscoa! Sabe o que não existe também? Jesus Cristo!”. Não, peraí ,pequena criança, Jesus existiu sim: é aquele que salvou o mundo e foi pregado na cruz. Apesar que não foi na cruz…Ah, mas deixa pra lá!

A vida é essa: nos fazem acreditar em tanta coisa que não dá pra saber o que é falso, o que é real, no que devemos acreditar ou até o que seria acreditar… Eu fico com a frase de um filme maravilhoso ao qual eu assisti dia desses, chama-se Tenha fé (2000): “SE VOCÊ TEM QUE ACREDITAR EM ALGO, PODE MUITO BEM SER NO AMOR”. Eu digo sim!

Feliz natal! (Ops! Desculpe, foi o hábito)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: