POR FAVOR, NÃO SE TRANSFORME EM UM PEDAÇO DE CÚ!

 

 

“As pessoas são uma merda, então, escolhas aquelas que mesmo assim valem a pena”.

Kléber Novartes

O que você faz da vida? Tá satisfeito com o que faz? Eu nem sempre!

Trabalha? Eu trabalho muito, tanto a ponto de me sentir um idiota!

Estuda? Sempre, porquê se não estudar, meus conhecimentos caducam!

Pratica atividades físicas? Quando deixo de me dedicar ás coisas dos outros dá que é uma beleza!

Vai ao médico com frequência? Sempre, mesmo não gostando deles!

Visita amigos e parentes? Quase nunca, a metade não vale à pena!

Dança? Sempre!

Canta? Sozinho e quando estou orando!

Come? Muito e erradamente!

Bebe? Vinho, sempre!

Fuma? Muito!

Fode? Já tô quase não ligando a pessoa ao nome!

Goza? Sempre!

Afinal de contas, todo mundo quer saber como você paga suas contas, as minhas então, não faltam fiscais de plantão, tem até quem abra a minha geladeira, quando vou ao banheiro, ou quando me pedem alguma coisa, só para ver qual o estado das compras…

“O que você faz?” é a pergunta básica no primeiro encontro, nas conversas entre amigos, nas pessoas que você acabou de conhecer e eu sempre com a resposta já preparada na ponta da língua…

Eu faço a vida, vivo a vida, porque eu dou vida a ela e ela vive de mim… Eu faço muita coisa da vida, dependendo do horário, dependendo do dia, dependendo da vida, da companhia e sem esperar por ninguém… Se eu sei viver? Não sei! Mas, eu estou disposto a aprender… Vou vivendo minha vida sem me preocupar com o que vão pensar de mim. Pois sempre vão pensar algo e é com minha consciência que eu tenho que me entender… Ah, você tá “cagando e andando” para o que pensam de você? Que pena!

Eu estou amando e andando, deixando rastros de poesia, não vestígios de merda pelo caminho. Tentem fazer o mesmo, o meio ambiente agradece e quem vive do seu lado e lhe atura, também!

Com quem você faz sua vida, com quem você pode contar na vida? Essa é mais difícil de responder, e talvez a resposta seja curta ou ilusória… Não importa o quê ou com quem, importa como e por quê… Não importa sua orientação sexual, mas como você vive sua sexualidade… Não importa o quanto você é culto, importa o que você é capaz de fazer com o que você sabe… Desculpe minha aspereza, mas estou farto, estou muito cansado… E é um cansaço que não basta dormir, preciso é tentar fazer com que alguns ao meu redor acordem! Estou cansado de toda essa mediocridade travestida de modernidade e/ou liberdade. Estou com preguiça dessa caretice de quem não quer amar… Talvez os homens das cavernas só conhecessem o significado sexual da palavra gozo, mas já avançamos e podemos gozar também de outras formas, sabia?

Existe amor além de Neandertal… Estou tentando fazer da vida algo belo e tentando entender o que é que a vida fez de mim, essa sim é a principal questão: O que é que a vida fez de você? Cuidado para não se tornar seu próprio parasita e fazer da sua vida o hospedeiro…

Tente ser alguém que vale á pena e não se arrependa disso, afinal, você não precisa ser só mais um pedaço de cú no mercado!

Anúncios

5 pensamentos sobre “POR FAVOR, NÃO SE TRANSFORME EM UM PEDAÇO DE CÚ!

    • BOM, SE VOCÊ ESTÁ DIZENDO, QUEM SOU EU PARA DIZER O CONTRÁRIO?????
      OBRIGADO PELA SUA VISITA E ESPERO SEMPRE PODER CONTAR COM ELA!
      GRATO,
      KLÉBER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: