QUANTOS RÓTULOS VOCÊ USOU NOS ÚLTIMOS DIAS?

 



“Tenho tantos rótulos , que já nem sei mais qual é a embalagem original .”

 

O nosso planeta é habitado por vários tipos de criaturas, e entre elas os seres humanos… Plantas e animais apenas vivem… Agem e reagem sobre o meio-ambiente, guiados apenas pelos seus instintos. Mas o homem existe, pode e deve, modificar a sua existência e atuar em seu meio, modificando-o.

À medida que o homem evolui ele não apenas existe, mas transcende à própria existência… A complexidade das estruturas psíquicas do homem faz com que ele reaja positiva ou negativamente diante dos estímulos externos, mediante o seu livre-arbítrio.

Dessas reações, decorrem as demonstrações de força ou fraqueza, coragem ou covardia, fé ou descrença, amor ou ódio, altruísmo ou egoísmo, humildade ou orgulho, grandeza ou mediocridade…

Um dos hábitos enraizados profundamente nos homens é o de rotular… Coisas, situações e pessoas… Rotula-se pessoas com dificuldades de raciocínio de retardadas…  Rotula-se os deficientes físicos de incapacitados… Rotula-se ricos, pobres, bonitos, feios, bêbados, homossexuais, prostitutas, negros, heróis, bandidos e tantos rótulos que se torna impossível enumerá-los.

É ruim rotular, porque esquecemos, que por traz dos rótulos existem pessoas que amam, odeiam, choram, riem, possuem toda uma gama de sentimentos e qualidades próprias dos seres humanos… Transpondo essa mesma situação para o movimento espírita, vemos que não estamos livres do impulso de rotular…

Ideias divergentes são rotuladas de “movimentos paralelos”. Infelizmente linhas paralelas não se encontram nunca… Os que se dedicam ao estudo da ciência espírita são classificados como científicos, e místicos ou religiosos são os que aceitam o espiritismo como uma religião. Os que preferem tê-lo como uma filosofia não religiosa, são denominados “laicos”.

Rotulamos de obsessores os espíritos que atuam maleficamente sobre as pessoas. Obsedados são os que sofrem esse assédio. Por traz do rótulo de obsessor identificamos o espírito maldoso, vingativo, esquecidos de que ele pode ter razões ponderáveis para agir desta maneira, e ainda não é capaz de perdoar… Ele pode odiar alguém e obsidiá-lo, mas pode ser que ame muitos outros… O obsedado, quando não é rotulado de pobre vítima, é classificado como caráter frágil, ou espírito endividado.

Não estamos justificando a existência de obsedados e obsessores, nem estamos iludidos a ponto de julgar que não existam espíritos maus, porém lembrando a todos, que o rótulo serve para classificar certas coisas, mas nem sempre refletem toda a realidade…Felizmente o Espiritismo está acima de rótulos e tendências, teorias ou práticas, pois ele é a própria vida… É o amor que se faz presente, se materializa entre nós para nos iluminar.

Lembremo-nos que o rótulo é frio, estático, inclemente e não acrescenta nada… Por isso temos que lutar

contra a nossa tendência de tudo rotular, colocando mais amor e compreensão em nossos julgamentos… O mesmo amor e compreensão que desejamos para nós mesmos.

Desta forma, determinadas coisas que mantemos afastadas, podem ser admiradas por um  outro prisma e revelar novas e boas facetas. Rotular é um hábito que aprendemos desde cedo, desde crianças, mesmo porque, não somos educados para sermos, efetivamente , felizes…

Quem não se lembra de um mais velho dizendo: “ Muito riso, sinal de choro”, ou “Muita alegria, sinal de choro”, ou seja, diariamente, desde que saímos do útero materno(único lugar seguro do mundo) somos bombardeados, mecanicamente, para não aceitar o diferente, desta forma, vinculamos o não ser feliz, com rotular e aí, fica mais fácil administrar as nossas pequenas e grandes falhas e limitações.

Então vamos lá, quantos rótulos você tem usado nos últimos dias?

Pense nisso!


“Eles colocam esses nomes, esses rótulos -´o rebelde´ ou tudo que… tudo que que eles gostam de usar. Porque eles precisam de um rótulo; eles precisam de um nome. Eles precisam algo para pôr a etiqueta de preços na parte de trás.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: