TALISMÃS, AMULETOS, SÍMBOLOS, O QUE SÃO???

TALISMÃS , AMULETOS, SÍMOBLOS E DIVINDADES

TALISMÃS são objetos de proteção, imantados de força magnética, ao qual se atribui um poder sobrenatural de realização dos desejos do usuário. Muitas vezes aparentemente funcionais ou decorativas, como cálices (graal), adagas (wicca), esculturas, gravuras ou máscaras, estes objetos podem ser poderosos.

Já os AMULETOS são os objetos  consagrados através da magia que devem ser usados junto ao corpo (anéis, correntes, medalhas). Imantados com uma força mágica de proteção para o usuário. O significado e poder místico estão ligados com sua forma e a simbologia gravada no mesmo. Por exemplo: medalha – chapa metálica, geralmente redonda, com símbolos gravados, que é pendurada em uma corrente ao redor do pescoço. Normalmente as medalhas ou medalhões representam temas religiosos. Também são usadas para vincular o usuário ao santo ou símbolo retratado, como forma de proteção.

Um objeto sagrado tem uma função (proteger, vincular, aproximar) determinada pela sua forma no plano material (gravura, anel, estátua, medalha, porta-incenso). Por outro lado, a natureza da energia que pode ser canalizada pelo objeto varia de acordo com o símbolo ou divindade que este objeto represente.

Medalha – chapa metálica, geralmente redonda, com símbolos gravados, que é pendurada em uma corrente ao redor do pescoço. Normalmente as medalhas ou medalhões representam temas religiosos. Também são usadas para vincular o usuário ao santo ou símbolo retratado, como forma de proteção.

OM – o som criador primordial, o som sagrado dos hindus, considerado o som da potência divina. A deusa hindu Vac, deusa da palavra, é a doadora deste som místico. Este som pode ser decomposto em três sonoridades: A-U-M, representando a tradição védica da trindade. OM é uma ajuda à evolução espiritual, o mantra entre todos os mantras.

Pentagrama – símbolo sagrado em várias tradições. O número cinco expressa a união dos desiguais, unindo o 3 – princípio masculino ao 2 – princípio feminino. Símbolo dos membros da sociedade Pitagórica. Chave da alta magia, abre os caminhos ao oculto. Simboliza ainda o matrimônio, a felicidade e a realização. Na tradição maçônica é considerada a estrela flamejante.

Olho de Horus – representado por um disco solar com asas de gavião. Simboliza a justiça implacável do olhar que tudo vê do deus egípcio Horus, deus com cabeça de falcão que derrotou o maligno Seth. Este símbolo representa a dedicação aos rituais e às leis, ilustrando a luta da luz contra as trevas. Símbolo usado nos templos maçônicos.

Sarasvati – esposa de Brahma. Deusa da água, espírito do Rio Sarasvati. Usa uma lua crescente sobre a testa. Originou a língua sânscrita. Deusa da arte e do conhecimento. Segura manuscritos ou toca instrumentos de corda. O pavão também é um símbolo associado a essa deusa.

Tara – a deusa mais importante do budismo tibetano. Considerada a salvadora, a deusa branca, a deusa mãe que possui 21 aspectos. É venerada como a mãe de todos os bodhisattvas, os aspirantes à iluminação. Educa-os com sabedoria. A deusa Tara branca e a deusa Tara verde estabeleceram o budismo no Tibete. Esta deusa é representada com o terceiro olho no meio da testa, símbolo do seu conhecimento supremo.

Vênus de Willendorf – representa a fecundidade e a fertilidade.
Ela se baseia nas primitivas imagens da Grande Mãe que, desde a
Idade da Pedra, representam o poder mágico da alma feminina. Ela
é a senhora da fertilidade da terra e do espírito. Deve ser colocada perto da cama (para a fertilidade do casal), na mesa do escritório
(para a fecundação de novos projetos) ou na sala (para a fertilidade
das relações familiares).

Bath – A palavra egípcia para deuses é NETJER, que quer dizer
NATUREZA; as divindades habitavam e representavam o mundo
animal, vegetal e mineral. A deusa Bast, com cabeça de gata e corpo
de mulher é a “Filha de Rá”. para os egípcios, os felinos (ela era
representada por uma gata selvagem ou uma leoa) simbolizavam o
Sol, a Rainha e a Lua. Ela é a protetora do faraó e Grande Vingadora.
Em suas mãos porta um sistro, o Ankh , símbolo egípcio da vida eterna e dos poderes criadores.

Anúncios

2 pensamentos sobre “TALISMÃS, AMULETOS, SÍMBOLOS, O QUE SÃO???

    • EVANDRO, BOM DIA!!
      PRIMEIRAMENTE GOSTARIA DE LHE AGRADECER PELA SUA VISITA E DIZER QUE ISSO É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS!
      EM SEGUNDO E RESPONDENDO A SUA PERGUNTA, OS TALISMÃS TEM MUITA FORÇA, MAS PRECISA SABER QUAL O SEU OBJETIVO NA UTILIZAÇÃO DELES, UMA VEZ DECIDIDO ESSE OBJETIVO TERIA ENORME PRAZER EM LHE INDICAR UM, QUE TRAGA AQUILO QUE VOCÊ ESPERA E NECESSITA!
      TODA A LUZ PARA VOCÊ!
      KLÉBER GIBOR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: