FILTRO INDIANO, COM ERVAS, PARA LIMPAR A ENERGIA DE NOSSA ALMA!

 

“Quando foi a última vez que você tomou banho de chuva sem se preocupar com o celular no bolso, os cartões do banco, a chapinha, o sapato que não pode molhar? As pessoas têm que se permitir. Aprender o atraso, o olhar em volta. Mudar o caminho de todos os dias e se perder no seu próprio bairro. É o que tenho feito, me perder. E devo dizer que estou muito feliz por não encontrar o caminho de volta…”

Verônica H

 

Antes de iniciarmos o assunto e de  falarmos sobre os materiais e modo de preparo, é importante, tecer, aqui, algumas considerações sobre os efeitos e benefícios dos filtros de limpeza. Um filtro de ervas é capaz de:

Aliviar a ansiedade e o estresse;

Acabar com o cansaço;

Serenar a mente e esclarecer pensamentos;

Limpar emoções e sentimentos negativos;

Ajudar a se conectar com o Eu superior e elevar seu espírito;

Tratar a dor de cabeça de ordem emocional;

Combater o medo de situações mais comuns;

Ajudar a combater a insônia.

Desde muito pequeno, sempre que precisei, eu fui tratado com a energia das ervas, através de chazinhos, de benzedeiras e de tantas simpatias que eu já fiz na minha vida para tantos objetivos. Quando eu era pequeno, sempre dei muito trabalho para os meus pais. Posso dizer que eu ficava mal muito facilmente, e, o tal do mal olhado, vivia comigo. Então, como meus pais sempre gostaram e buscaram ajuda nas curas naturais, eles utilizavam muitas vezes a defumação e o banho de ervas para ajudar a mim e meus irmãos. E funcionava muito bem!

Eu me lembro de que a sensação era tão boa, que eu até ficava intrigado. Como as ervas podiam me ajudar tanto? Eu adorava ir me benzer também. Eu me lembro de que, com 7 ou 8 anos, sempre que era necessário, meus pais me levavam a várias benzedeiras que compreendiam muito as dores e doenças inexplicáveis para a ciência. Elas sabiam o que e como fazer, porque sempre estiveram atentos às dores da alma.

O tempo passou e eu continuei intrigado com o poder das plantas, e as perguntas que eu fazia não tinham respostas lógicas, pois, as pessoas sempre falavam sobre isso do ponto de vista da fé e eu sempre tive muita fé, mas, também, sempre tive muita curiosidade de entender como uma simples planta, um simples chazinho poderia fazer tanto efeito em um caso específico, como uma insônia, ou outro problema que ninguém conseguia resolver pelos métodos tradicionais da medicina.

E aí tive sempre contato com as plantas, com as ervas e, principalmente, com as especiarias. Eu tenho certeza que você, que está me lendo, agora, também, esteve em situações me que a medicina normal não resolveu seu problema e você foi buscar outros caminhos e teve contato com o chazinho da vovó, ou uma simpatia, ou um banho feito de ervas, ou alguma coisa nesse sentido e o resultado veio. Certo?

Infelizmente, o alcance dos remédios da medicina alopática, que é muito importante e necessária, é limitado ao corpo físico apenas, e, tendo essa atuação tão limitada, não alcança a causa, que é energética. Eu me refiro ao campo de energia, a nossa alma, conhecido como aura, que é uma emanação sutil e invisível aos olhos destreinados.

A energia humana, a aura de uma pessoa, é formada, basicamente, por um conjunto de energias dos nossos pensamentos, emoções e sentimentos e é afetada, diretamente, pela força dos pensamentos e sentimentos próprios e de todas as outras pessoas com quem convive. Sabendo disso, a partir de observações, percebemos que a energia das plantas, ervas e especiarias, tem facilidade de atuar, diretamente, na aura humana e é por isso que, muitas vezes, algumas pessoas são chamadas de “seca pimenteira”, pois a planta murcha quando essa pessoa se aproxima.

Já ouviu falar de alguém que secou um pé de arruda? Isso acontece porque a aura da pessoa está em desequilíbrio, ela está densa, e, quando ela se aproxima da aura da planta, a planta doa toda sua energia, todo seu fluido, sua energia vital para que a pessoa fique bem e se reequilibre. É por isso que os filtros energéticos são tão eficientes. O tratamento com as plantas é capaz de tratar as emoções de uma pessoa, pois alcança a sua aura. O que entra em jogo não são os princípios ativos químicos dos vegetais, mas os princípios energéticos.

Nós podemos usá-los sempre que quisermos. Entenda, que embora tenhamos muita coisa para aprender sobre a energia das plantas, os filtros não são mitos e nem misticismo. Não é uma questão de crença, é um fato: a planta possui um campo de energia sutil, leve, benéfico que, quando entra em contato com o campo de energia dos seres humanos, dos animais também, oferece essa vibração superior; é por isso que as plantas fazem tanto bem para nós.

Você precisa saber combinar as plantas certas para cada caso. Esse trabalho requer conhecimento, porque você tem que saber equilibrar a energia de uma fórmula. Eu não tenho como lhe ensinar isso aqui, porque seria necessário um bom tempo. Então, o que vou lhe mostrar é uma fórmula que já está pronta e balanceada, basta seguir e pronto.

COMBINAÇÃO DE ERVAS PARA UM BANHO FITOENERGÉTICO PARA LIMPAR A ALMA

07 folhas de boldo do chile, ou qualquer espécie de boldo que você tenha disponível;

06 pequenos paus de canela;

06 folhas de laranjeira, de qualquer espécie;

06 folhas de ipê-roxo, ou uma pequena lasca da casca;

06 rodelas fina de maçã;

06 folhas de louro.

02 L de água mineral;

Observação: As ervas podem estar frescas ou desidratadas.

PREPARANDO O FILTRO DE ERVAS

Esquente os dois litros de água mineral até que comece a formar bolhas na água. Não deixe ferver. Jamais use o forno de micro-ondas para isso!

Apague o fogo e coloque todo o material.

Faça uma oração pessoal: Primeiro agradecendo pela sua vida e suas bênçãos, depois pedindo a bênção de Deus, da natureza e dos seres de Luz para o seu filtro.

Em seguida, mentalize no seu filtro: imagine, sinta ou acredite, as luzes verde e prata pulsando. Imagine-as como se fosse um coração pulsando. Quando o verde fica mais fraco, a prata fica mais forte e vice-versa.

Faça isso por 3 minutos e está pronto.

Se você preferir, pode filtrar ou coar o seu filtro, retirando as ervas que foram usadas.

USANDO O BANHO PREPARADO

Leve o conteúdo preparado para o seu banheiro. Tome o seu banho higiênico e, no momento que decidir, se usará o filtro no começo, ou no final da sua higiene, despeje lentamente e com tranquilidade o conteúdo todo sobre a cabeça, com o cuidado para que o líquido passe pelo corpo todo. Antes de despejar, esteja com a ducha fechada. Depois que se banhou com o conteúdo preparado, fique por um minuto sem se enxaguar, e sinta a energia das ervas no seu corpo.

Depois, volte ao banho normalmente, mesmo que queira lavar-se novamente com os seus produtos de higiene. Fique à vontade, pois isso não anula o efeito da energia das ervas. Caso tenha terminado, enxague-se e se enxugue normalmente.

Aumente sua atenção e perceba os efeitos do banho de ervas. Sinta o seu estado de espírito mais sereno e harmônico e permaneça atento.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES PARA O FILTRO DE ERVAS

Quando for tomar o filtro energético, procure estar em sintonia com aquilo que ele está te oferecendo. Por exemplo: se o filtro vai te ajudar a ficar mais calmo e tranquilo, evite fazer muito barulho, ou ligar um som forte, evite conversas excessivas e desnecessárias. Entre no banheiro, concentre-se, faça uma sequência de respirações suaves.

Não há nenhuma contraindicação; por isso, gestantes e crianças podem usar tranquilamente.

Use sempre por 3 dias seguidos;

Não importa o horário do banho e nem se você está fazendo algum outro tipo de tratamento;

Para cada banho, você precisa fazer um novo filtro, pois a energia fica disponível na água por até duas horas, por isso, não é possível reservar para outro momento.

Não reaproveite as ervas usadas para o banho;

Siga exatamente a recomendação das ervas que devem ser usadas. Não deixe faltar nenhuma espécie e também não substitua por outra.

Para preparar o filtro, use sempre a água mineral.

Se você quiser fazer render o filtro para o seu banho, você pode fazer uma diluição de 1:10, por exemplo, se você fez 100 ml de filtro, pode diluir em 1 litro de água, que as energias das ervas continuarão atuando fortemente. É normal prepararmos de 300 a 500 ml de filtro,  poderia dilui-lo em 3 a 5 litros, já é uma boa quantidade para fazer o banho. Se não quiser diluir também, não precisa.

Ao completar 3 dias de uso, espere 7 dias antes de fazer o próximo tratamento.

O Filtro apenas surtirá todo o seu efeito se você fizer por 3 dias seguidos, sem intervalos.

ALGUNS EFEITOS DE PLANTAS USADAS EM BANHOS

 

Camomila: calma, tranquilidade;

Cravo da índia: concentração, pensamento focado;

Arruda: limpeza energética;

Boldo do chile: limpeza energética;

Hortelã: desbloqueio dos pensamentos;

Alecrim: traz a tona a sua memória espiritual;

Laranjeira ou gengibre: trata de questões nos relacionamentos;

Hortelã levante: acalma a mente.

Capim-cidreira: proteção energética e desobsessão, diminui a ansiedade.

Erva doce: diminui a ansiedade.

Jasmim: eleva a sua vibração espiritual.

São ervas que você pode usar, mas a princípio faça o chá apenas com uma delas, escolha uma. Quando for escolher, entre em conexão com as plantas, e siga sua intuição, pois elas falarão com você e te ajudarão a escolher a mais adequada para o seu momento. Lembre-se disso: para misturar várias plantas em um único banho, para que você monte um tratamento equilibrado, é preciso entender mais sobre a Fitoenergética.

GOSTOU?

Eu quero saber a sua opinião. Esse conteúdo foi útil para você? Comente abaixo, e, depois de experimentar o filtro que montei lá em cima, diz para a gente como se sentiu após o tratamento.

Espero que você use os filtros com as ervas, pois é possível ver que, em muitos casos, eles serão suficientes para limpar da sua aura toda energia negativa e densa de forma simples e barata, reconectando você à sua essência e à sua espiritualidade e a sua ALMA te agradecerá!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: