ME FALA AÍ, VOCÊ É PRÓSPERO?

 

“A prosperidade é apenas um instrumento para ser usado, não uma divindade para ser adorada”.

Calvin Coolidge

 

O Aurélio, diz que:  “PROSPERIDADE, é o estado, ou qualidade do que é próspero, ou seja, bem-sucedido, feliz e afortunado”.

Para mim, ainda um aprendiz, o que observo é que, para a grande maioria, a PROSPERIDADE não é um estado, mas UM ESTAR, que é cobiçado por todos os seres humanos, que desejam atingir padrões de vida que lhe garantam a contínua sensação de contentamento e estabilidade emocional. Entretanto, o que caracteriza a prosperidade, é a condição de constante desenvolvimento e progresso de determinada situação e, aí, podemos, seguramente, dar os seguintes exemplos: o tão esperado aumento de salário, a promoção para um cargo profissional superior, a aprovação em um concurso público e outras ações, que representam o avanço e que podem ser responsáveis por constituir o ESTADO DE PROSPERIDADE.

Normalmente, a prosperidade está relacionada com a abundância de bens e riquezas materiais, no entanto, existe o conceito, difundido, principalmente, por algumas doutrinas religiosas, inclusive a HOLÍSTICA, que essa qualidade, também, é referente ao comportamento emocional dos indivíduos, envolvendo o equilíbrio mental e espiritual das pessoas. Para os cristãos, por exemplo, a prosperidade é uma das virtudes conquistadas a partir do seguimento de regras e mandamentos estabelecidos pela Igreja em nome de Deus. Neste caso, a chamada “prosperidade de Deus” consiste na ideia da realização de todos os planos e objetivos, que determinada pessoa almeja, como “recompensa” por seguir todas as regras de conduta ditadas pela religião.

Etimologicamente, a palavra prosperidade se originou a partir do latim PROSPERITATE, PROSPERARE, que significa “obter aquilo que deseja”. Por sua vez, o termo latino, é formado pela junção dos elementos PRO, que quer dizer “a favor” e SPES, que significa “esperança”. A partir desse conceito, chegamos a vários sinônimos de prosperidade, tais como:

Felicidade;

Sucesso;

Bonança;

Ventura;

Fortuna;

Abastança;

Profusão;

Fartura;

Abundância;

Riqueza;

Desenvolvimento;

Progresso;

Melhoria;

Crescimento.

Todos esses sinônimos, estão intrinsecamente ligados à PROSPERIDADE, mas ao longo desses anos, tenho tido oportunidade de conhecer pessoas, extremamente abastadas, que não são felizes, que vivem dramas particulares dantescos, com uma família, que mal se fala às refeições…

Em contrapartida, já conheci pessoas, famílias, com recursos bem menos reduzidos, mas que são prósperos em seu viver. São casas, que seja a hora que for, cheque quem chegar, sempre tem um caldinho de feijão quente. Um café, coado no carinho e na delicadeza…

Desta forma, tudo me leva a crer, de fato, que a PROSPERIDADE, de verdade, passa mais pelo sentir, o ser, do que o ter e o poder. Na sociedade em que vivemos, aonde imperam os conceitos tortos, onde somos bombardeados a ter aquilo que não precisamos, que jamais iremos usar, a noção do SER PRÓSPERO, passa a ser um objeto de segundo plano, ou seja, se você não tiver bem materiais, fortunas acumuladas, daí então, jamais, você poderá se considerar uma pessoa próspera.

O que se vê então, são pessoas usando o último lançamento de carro, o último modelo de roupa, a última coleção de maquiagem, o último, o último, até se tornarem as últimas pessoas para si mesmas, então, como desde que criei esse bloque e que passei a usar a denominação: MULTIPLICANDO PROSPERIDADE, muitas pessoas me cobram poder, riqueza, bens, dinheiro acumulado e, nesses momentos, só me resta responder, sem nenhum tipo feito, sem rodeios, que sim, eu sou próspero, sou feliz e essa prosperidade, essa felicidade, necessariamente, não precisa de coisas materiais para existir.

Muitos devem achar que isso é demagogia, mas aqueles que convivem comigo, ou que já conviveram, mesmo que por um tempo, que prosperidade, para mim é prática, é fazer o dever de casa, é ser, é estar em harmonia consigo mesmo, é praticar o meu próprio discurso e nisso, de verdade, não há falsidade alguma!

Mas, e você que me lê agora, o que é prosperidade para você?

Você se considera uma pessoa próspera?

Você tem a prosperidade dentro de você?

Aguardo comentários!

%d blogueiros gostam disto: