OS MISTERIOSOS SIGNIFICADOS DA ROSAS E FLORES!

 

Cada flor, cada rosa tem a sua linguagem particular e fala por si só. Cada uma delas transmite uma determinada essência e conceito. As flores são simbólicas, pois têm a capacidade de expressarem os nossos sentimentos e pensamentos, traduzindo por isso, diversas mensagens. Esse artigo é exatamente para isso, para que  você não se engane na mensagem que quer transmitir e conheça o significado das flores e rosas.

Desde os tempos mais remotos, que as flores e rosas, foram a linguagem das Divindades, bem como a linguagem humana do amor entre outros. Antigamente, as flores e as rosas eram as mensageiras dos que não podiam falar, ou que queriam transmitir uma mensagem aos olhos de todos. Quem não conhece a imagem do imperador César com uma coroa de louro, clamando a glória? Situa-se no ano de 1600, em Constantinopla, a origem da “linguagem das flores”, mas seria apenas em 1716 que Lady Maria Wortley Montagu, traria da Turquia para a Inglaterra, a linguagem floral.

Conta-se que um inglês, em visita à Turquia no século XVIII, teria feito a seguinte afirmação: “aqui pode-se brigar, censurar, mandar cartas de paixão, amizade, ou civilidade, ou mesmo notícias, sem nunca ter de sujar os dedos com tinta!”. O “código dos turcos”, ou uma linguagem sem palavras, era o uso de flores para expressar sentimentos. O interesse pelas flores e por aquele costume seguiu para França, onde foi inventada uma linguagem composta por símbolos florais, concentrada numa obra intitulada “Le Langage des Fleurs” ou “A linguagem das flores”. Tal obra despertou o interesse dos poetas ingleses. Numa de suas obras Thomas Hood (1799-1845) dizia que as “doces flores, sozinhas, podem dizer o que a paixão tem medo de revelar”.

A linguagem das flores tornou-se mais complexa e consolidou-se no século XIX como a “Floriografia” entre os Vitorianos. As flores,não só significam sentimentos diferentes, como passam a transmitir verdadeiras mensagens pela forma como eram oferecidas. Assim, quando se queria manifestar admiração pela beleza de uma senhora, oferecia-se uma rosa vermelha aberta. Se a sua destinatária a pusesse no cabelo, indicava ao seu enamorado, que tivesse cautela, pois os seus sentimentos podiam não ser bem aceitos. Se a rosa fosse levada ao coração, o amor era correspondido. Jean Bogaudy, jornalista francês, pesquisou nos velhos almanaques e fez uma compilação dos significados de cada flor. No seu artigo ele explica que a linguagem das flores não se limita ao seu significado puro e simples, mas, haveria que atender, igualmente, ao numero de flores enviadas, sua disposição, o modo de amarrá-las… A lista por ele elaborada a partir de um velho exemplar do almanaque “Savoir vivre, Savoir faire”, editado pela Larousse em 1912, do capitulo “Langage des Fleurs”.

 

O simbolismo das flores: provem das suas cores, formas, perfumes, combinações, numero, etc… O simbolismo social das flores foi-se desenvolvendo paralelamente àquele:

01 – Quando se oferece uma flor virada para baixo: inverte-se o significado das flores oferecidas.

02 – Quando se oferece uma rosa sem espinhos: não há nada a temer da parte de que a oferece.

03 – Pode-se dizer que “sim”, apenas com um roçar de lábios pelas pétalas da flor.

04 – Quando uma senhora recebia as flores com a mão direita: ela aceitava a mensagem nelas inerente. Se fosse com a mão esquerda, era porque recusava.

05 – Um bouquet de rosas vermelhas significava “agora somos um do outro”.

Se a linguagem das flores se foi perdendo ao longo dos tempos, no entanto, continua bem viva nos atos mistico-religiosos do quotidiano, mesmo que muitos já nem saibam bem o seu porquê. Assim, como antigamente, se faziam ofertas de flores aos Deuses, também, hoje, se oferecem flores aos santos, ou se colocam flores nos altares. Muitas procissões são acompanhadas de oferendas de flores, que se jogam no chão para a passagem da Virgem ou de outro santo. As flores continuam, portanto, presentes na religião e nas mitologias: temos as rosas da Virgem; o lótus de Nefertoum (Egipto) ou de Brahma (hinduismo). E servem de símbolos: a flor-de-lis para a monarquia francesa, a rosa para François Mitterrand. Na Índia a flor nacional é o lotus, na Inglaterra é a rosa vermelha de Lencastre, etc…

 

 

FLORES E SEUS SIGNIFICADOS:

ACÁCIA: O seu significado depende da sua cor. A acácia amarela, significa amor secreto, e a branca. ou rosada representa constância e elegância.

Alfazema: A flor de alfazema, a lavanda, representa a “calma”. É uma flor muito usada em perfumaria.

Amor-perfeito: Os franceses chamam-lhe “pensée”, ou seja pensamentos. O seu significado, é o de meditação, recordações, reflexão. É uma flor popular com o significado de “Amor Eterno”.

Anémona: É uma flor pequena e triste, que significa abandono.

Anis: Apesar de mais conhecida pelos licores de anis, esta flor, em bouquet, significa “promessa”, seja de casamento, seja de amor eterno.

 A azaleia diz: “Cuide-se por mim” mas, também, representa a feminilidade para os chineses. O seu significado depende da sua cor.

Azaléia branca: romance

Azaleia rosada: amor à natureza.

Begônia: São flores de grande beleza e representam a “Cordialidade que vem do coração”.

Bonina: A flor da bonina representa o “Amor confiante” de quem a envia para a sua amada.

Brinco-de-Princesa: É uma flor com cores muito vivas e por isso significam “superioridade”

Campainha: Resistente, significa perseverança

Camélia: A camélia branca significa virtude despretensiosa, beleza perfeita. A camélia rosada representa a grandeza da alma, e a vermelha o reconhecimento.

Cardo: Tem folhas amareladas e espinhos, e portanto significa “desprazer” ou “és intratável”.

Cravo: geralmente os cravos expressam amor, fascinação e distinção, por isso é a flor usada na lapela. Mas, lembre-se, que se for oferecido invertido, o seu simbolismo também se inverte. Os seus significados consoante a sua cor:

Cravo branco: o cravo branco quer dizer amor puro, ingenuidade e boa sorte.

Cravo amarelo: desprezo, desdém.

Cravo rosa: significa “nunca te esquecerei”.

Cravo vermelho: amor incompreendido.

Crisântemo: O seu significado também muda com a cor:

Vermelho: estar apaixonado. A mensagem desta flor é: “ eu amo”.

Amarelo: amor frágil.

Branco: verdade, sinceridade.

Clematite: Beleza espiritual.

Centáurea: Sensibilidade.

Coroa – imperial: Majestade e poder.

Cravo-de-defunto (tagetes): Significa tristeza e luto.

Dália: o seu significado varia de acordo com a sua cor:

Dália amarela: união recíproca

Dália rosada: delicadeza

Dália vermelha: olhos abrasadores

Dente-de-leão: Oráculo.

Dedaleira: Falsidade.

Flor-de-lis: Usada como símbolo dos reis franceses, significa mensagem.

Flores do Campo: Significam equilíbrio e ponderação.

Flox: Significa harmonia.

Genciana: Injustiça.

Gerânio: o seu significado depende da cor.

Gerânio escuro: tristeza.

Gerânio rosa: preferência.

Gerânio vermelho: consolo.

Gladíolos: Flores que significam encontro.

Glicínia: Flor ornamental que significa ternura.

Girassol: O girassol representa a força positiva do sol transmitindo calor e força. Significa imponência, dignidade e glória. A sua cor representa felicidade, alegria e orgulho.

Hera: Fidelidade

Hortênsia: Tem flores azuis, brancas ou rosadas. Representa frieza e indiferença, capricho.

Íris: mensagem.

Jacinto: Seu significado geral: tristeza profunda. O jacinto azul demonstra constância.

Jasmim: o Jasmim possui um perfume envolvente, exótico e afrodisíaco. A noite acentua a sensualidade. É considerado o “rei das flores” devido ao seu odor. A sua cor representa inocência, pureza e paz.

Jasmim amarelo: significa amor, beleza delicada, elegância e graciosidade.

Jasmim branco: significa amabilidade.

Jasmin-real: sensualidade.

Laranjeira: A flor da laranja é muito perfumada e significa virgindade e noivado. Antigamente, a tradição mandava que o bouquet da noiva tivesse flores de laranjeira…

Lavanda: Significa desconfiança.

Lilás: Uma flor que tem o significado de desejo intenso.

Lírio: A flor de lírio é um antigo símbolo de pureza e significa casamento, doçura, inocência, majestade.

Lírio-do-vale: Significa o regresso da felicidade.

Madressilva: Significa delicadeza.

Magnólia: Significa amor à natureza e simpatia.

Malva: É uma flor de origem inglesa. É o símbolo da fecundidade e também significa ambição feminina

Malmequer: Flor amarela que significa rompimento.

Margarida: A margarida é símbolo da inocência, pureza e virgindade. É a flor das crianças.

Miosótis: Florzinhas azuis que significam amor sincero, amor verdadeiro, fidelidade.

Narciso: É o símbolo tradicional da vaidade exagerada e do egoísmo.

Nenúfar: Significa coração puro.

Orquídea: Uma bela flor para uma bela dama. Representa a beleza feminina, a perfeição, a pureza espiritual. Mas também representa a sexualidade nos seus tons inequívocos.

Papoila: Significa extravagância, fertilidade. A papoila amarela é um símbolo de riqueza e sucesso.

Peônia: Significa timidez.

Perpétua: Como o próprio nome da flor indica, representa “para sempre”.

Petúnia: Significa esclarecer um mal entendido.

Prímula: Significa juventude.

Rododentro: Flor mais cultivada no hemisfério norte e que significa “elegância”.

 

AS ROSAS:

“PREFIRO TER ROSAS À MESA DO QUE DIAMANTES AO PESCOÇO”

Citação de Emma Goldman

A rosa é a “rainha das flores” e representa sempre o amor, nas suas variadas formas.

Shakespeare escreveu sobre as rosas na sua obra «Romeu e Julieta», dizendo: aquilo que chamamos de Rosa, mesmo que lhe chamássemos qualquer outro nome, seria igualmente doce. A analogia de Shakespeare, refere-se claramente à rosa, mas, a sua interpretação pode-se, claramente, estender ao ser feminino, que é profundamente amada, ou mesmo ao próprio sentimento de amor. Na mitologia greco-romana, Afrodite presenteou Eros com uma rosa, e a rosa simbolizou, desde então. o amor.

O nome ROSA, etimologicamente deriva do grego RHODON. As rosas estão profundamente ligadas ao culto de Afrodite e Vénus. As pétalas de rosa branca, encontravam-se também associadas ao culto da Deus ISIS, sendo eram espalhadas pelo chão no decorrer de procissões e festividades dedicadas a essa divindade. A rosa, encontra-se, também, profundamente ligada, aos mistérios e ao que é oculto. Na tradição Romana, uma rosa era pendurada á porta de uma casa, ou local onde estavam sendo debatidos assuntos confidenciais, ou ocorrendo reuniões secretas, que não deviam ser interrompidas por estranhos.

O termo “sob a rosa” era usado para designar um assunto que se encontrasse sob segredo. Tal como a rosa branca foi associada a Isis e o seu filho Horus, mais tarde, o Cristianismo veio associar as mesmas pétalas brancas da rosa á Virgem Maria. Diz-se que aquando da grande aparição de Maria em Fátima em Portugal, choveram rosas do céu.

As rosas são provavelmente a mais antiga flor a ser cultivada, estiveram presentes no antigo Egito, nas culturas helênicas, na Roma Antiga, na Europa medieval. Monges nos mosteiros usaram a rosa para fins terapêuticos, e hoje em dia a rosa vermelha é um símbolo universal do amor. Na Roma antiga, as rosas eram também usadas com fins espirituais, sendo que decoravam os túmulos, uma vez que se acreditava que tinham o poder de acalmar as almas dos mortos. Ainda hoje, diz-se que o aroma das rosas é sinal de santidade, ou que sentir o aroma de rosas sem que hajam rosas por perto, é sinal da presença de um espírito de luz junto de nos.

ROSAS E SEUS SIGNIFICADOS:

Rosa cor-de-rosa: significa “Admiração, Amizade, Carinho.

Rosa amarela: significa “Apoio, amizade, felicidade” Em tempos antigos, também transmitiam a ideia de ciúme, suspeita e mesmo infidelidade.

Rosa branca: significa “Pureza, Paz”. São as rosas das noivas, são as rosas do casamento feliz, da união, da lealdade.

Rosa laranja: significa “Fascínio, Encanto”.

Rosa champagne: significa “Admiração, Reverência”.

Rosa vermelha: significa amor, paixão, desejo.

Rosas sem espinhos: “não há nada a temer”.

Uma única rosa: simbolo de simplicidade.

Duas rosas unidas: representam compromisso.

Uma rosa aberta no meio de dois botões pede sigilo.

Bouquet de 12 rosas: declaração de amor definitiva.

Bouquet de rosas brancas e vermelhas: representa união.

Bouquet de rosas amarelas e vermelhas: representa sentimentos de alegria ou congratulações.

O receptor da flor pode dizer que “sim”, com um simples roçar da flor pelos seus lábios…

 

 

DICAS SOBRE A OFERENDA DE ROSAS:

Rosas brancas, amarelas ou rosas, devem ser oferecidas e mulheres jovens, pois transmitem ideais de pureza.

Rosas vermelhas, são símbolo de paixão, e por isso podem oferecidas em qualquer momento, a qualquer faixa etária, se o sentimento assim o justificar.

Rosas laranja, cor-de-rosa e champagne devem ser oferendadas e senhoras de maior maturidade, por isso dignas de reverência.

ROSAS E MAGIA:

As rosas, consoante as suas cores e os seus significados ocultos, devem ser usadas como oferenda nos altares onde decorrem os rituais que são celebrados. Pétalas da rosa com a respectiva cor, devem ser espalhadas pelo altar, assim como pelo chão do local onde forem celebrados trabalhos esotéricos. Rosas inteiras, devem também ser oferendadas juntamente com a Magia de um trabalho, sendo oferendadas na cor que esta de acordo com a finalidade do trabalho magico em questão.

Sempre-viva: Significa declaração de guerra, eternidade, imortalidade, permanência

Trevo de 4 folhas: Se falasse na nossa língua diria “sê meu/minha”.

Tulipa: A Tulipa representa a elegância e a sensibilidade.

Tulipa amarela: amor sem esperança.

Tulipa variegada: olhos bonitos.

Tulipa vermelha: declaração de amor.

Ulmeiro: Beleza divina.

Verônica: Flor com o nome da mulher que enxugou o rosto de Cristo no calvário, significa “martírio”.

Violeta: A violeta azul tanto pode simbolizar lealdade quanto sinceridade. De coloração vistosa significa no entanto timidez e modéstia.

zínia: As zínias são flores exuberantes e significam leviandade.

 

%d blogueiros gostam disto: