Feng Shue

Através dessa prática milenar chinesa, é possível mudar radicalmente o astral da sua casa, da sua empresa, bem como, de várias áreas de sua vida. Esses conhecimentos, hoje, são amplamente difundidos em todo o mundo e deixou de ser um procedimento elitizado, passando a ser utilizados por todas as classes sociais, por se tratar de técnicas simples e de fácil acesso e aplicação.

O processo integrado do feng-shue pode fazer com que uma enérgia forte e vital, que permeia todo o Universo, flua melhor em sua casa, loja ou escritório, trazendo harmonia para os ambientes e para os que os frequentam.

Essa enérgia é chamada e conhecida como Kundalini, que em Sânscrito significa “Enérgia Vital”. Então, através das cores, da distribuição correta e harmoniosa de móveis e objetos em sua casa, você pode fazer com que essa enérgia positiva circule sem bloqueios e trabalhe positivamente a seu favor.

Esse procedimento trás a sensação de leveza para a  sua vida e uma fluidez maior nos seus negócios e ações,  tanto trabalhistas, como familiares . Os ambientes tornam-se mais aconchegantes e isso produz a impressão de se estar mais perto da realização de seus sonhos e projetos individuais e coletivos, bem como a solução de problemas.

O objetivo do Feng shue é facilitar a concretização de objetivos, trabalhando as enérgias e positivando os instrumentos desse procedimento. Desta forma, claramente, o indivíduo poderá fixar  suas intenções em sua mente de forma real e positiva e por em prática os seus projetos de forma mais inteligente e produtiva.

O QUE É, E COMO USAR OS PRINCÍPIOS DO FENG SHUI

Por que nós nos sentimos bem em uma casa ou aposento, enquanto em outros este sentimento se modifica? Quem já não sentiu que uma casa, por mais bem planejada ou decorada, não seja “confortável”, enquanto outras, bem mais simples, nos recebem e nos protegem? Ou,  aquele canto em que as plantas não crescem, apesar de receberem luz e serem regadas regularmente, mas que basta serem colocadas em outro local, para florescerem com saúde e vitalidade? Todos nós já sentimos semelhante sensação, embora não saibamos como explicá-la!

Há cerca de 5.000 anos, provavelmente mais, os chineses começaram a desenvolver um sistema baseado em observações e experimentos com as forças da natureza, levando ao que hoje é conhecido como Feng Shui (pronuncia-se fong-xuei), cujo significado literal é vento-água.

Por estar sempre em evolução, essa arte milenar está de acordo com as condições atuais da nossa sociedade moderna, sendo aplicada em diversas manifestações do nosso dia-a-dia. Ela é uma arte intuitiva de profunda criatividade. Mas é também uma ciência, com equipamentos de diagnóstico, fórmulas matemáticas e terminologia especializada.

Na família, o Feng Shui orienta a criar harmoniosos relacionamentos entre marido e esposa, promover boa saúde, atrair abundância e prosperidade, construir boas reputações, ajudar as crianças da casa, inclusive nosso lado criança.

Nos negócios, a criar oportunidades para crescimento, elevar nosso prestígio com a comunidade, atrair clientes e aumentar lucros.

Para “curar” certas desarmonias, o Feng Shui nos oferece diversos meios, tais como: arrumar a mobília em uma casa de forma correta, o uso de sinos e plantas, e a utilização dos Cinco Elementos chineses. As tradicionais curas de Feng Shui nada tem a ver com conceitos religiosos. Também nos ensina que não devemos sentar de costas para uma janela, nem de frente para uma parede, nem mesmo sem podermos olhar a porta de entrada, pois ficaremos sentindo um constante sentimento de insegurança, um constante alerta inconsciente do nosso cérebro.

Hoje em dia, Feng Shui é um estudo multi-disciplinar que engloba arquitetura, planejamento urbano, geografia, astrologia, eletromagnetismo, design paisagístico, psicologia ambiental e muitas outras, sendo usado por corporações como: Virgin Airlines, Banco da Inglaterra, Banco de Hong Kong, Organização das Nações Unidas, Shell, Citibank, e NM Rothschild. A Cidade Proibida na China foi inteiramente planejada de acordo com as diretrizes do Feng Shui. A beleza de sua arquitetura e a harmonia de seus elementos nos mostram o nível de desenvolvimento que os chineses alcançaram com essa arte. A pirâmide do museu do Louvre em Paris foi projetada pelo mesmo arquiteto chinês responsável pelo Banco da China em Hong Kong – uma obra riquíssima em Feng Shui.

Para alguns, Feng Shui é pura superstição, como o medo de um gato preto cruzar seus caminhos. A resposta de um Mestre de Feng Shui para isso é muito simples: todas as teorias e leis utilizadas nesta arte foram baseadas em observações e experimentos meticulosos, desenvolvidos não por uma só pessoa, mas por séculos passados de tradições acumuladas. Por trás de tudo, existe uma explicação e um profundo princípio, não sendo nada feito por crenças ou “magias”, apenas pelo uso das forças energéticas da natureza e do universo. Por isso, não deixe que sua falta de conhecimento o impeça de usufruir os benefícios de um bom Feng Shui.

Eletromagnetismo e as
“Cinco Extensões”

As “Cinco Atividades” (como os antigos geralmente as chamavam) ou os Cinco Elementos, como são geralmente conhecidos hoje em dia, oferecem explicações sobre as manifestações do comprimento das ondas eletromagnéticas nos sistemas de nível e temporal. Pelo fato de serem nossos principais remédios para casas e outros ambientes, vamos examinar como o eletromagnetismo pode ser interpretado dentro da Teoria dos Cinco Elementos.


TERRA
De acordo com o Han-shu bem como Sho Kua e Ta Chuan no Yi Jing, o Elemento Terra é um reagente tampão — que nós poderíamos chamar um isolante. Todo mundo sabe que a terra é a referência zero na eletricidade; em outras palavras, é onde o potencial é mais baixo.
A cor associada ao Elemento Terra é amarela, que se encontra dentro do espectro puro que vai de 5770 a 5970 angstroms. Se nós incluirmos o laranja, a extensão pula de 5770 para 6220 angstroms. (Lembre-se, quanto mais baixa a freqüência, maior o comprimento da onda).

METAL
Metais são grandes condutores de energia e superfícies polidas de metais são maravilhosas substâncias refletoras.
Chien (6) é o calor, a luz branca dos céus em um dia ensolarado. Tui (7) é a imagem do sol refletindo na superfície de um lago plácido, ambos brancos e metálicos — uma imagem da síntese do vermelho, verde e azul, as cores primárias. Ele é evocativo de todo o espectro visível para os humanos.

ÁGUA
A princípio reflexiva e refrativa, a água também está envolvida na evaporação e na condensação. Isto é sugerido no Yi Jing por “K’an,” o Elemento Água, que também é o Abismal, a grande profundidade do desconhecido. Preto, uma das cores associadas com K’an, sugere que de noite, nós estamos além de nosso espectro visível, quando somente os bastonetes em nossos olhos funcionam e nossa visão se torna preto e branco; ou que nós estamos na ausência de luz do espaço profundo, onde não existem objetos para as ondas de luz se incidirem.
Outra cor algumas vezes associadas com K’an é a violeta, a última cor visível para os humanos, que têm as ondas mais curtas, 3900 a 4550 angstroms.

MADEIRA
O Elemento Madeira era associado com o Ministro da Agricultura na antiga China — uma terrível recordação da vida vegetativa e energia potencial (como a batata), fotossíntese, respiração e transpiração.
Sua cor associada é o verde, e a pura cor do espectro cai em uma extensão de 4920 a 5770 angstroms.

FOGO
A cor com o maior comprimento de onda (6220 a 7700 angstroms) é associada com o Elemento Fogo, que faz sentido considerando que ela é identificada com o meio-dia, a direção sagrada do sul — de onde vinha o calor no pensamento Chinês. A próxima cor do espectro mais baixa que o vermelho é o infravermelho, que possui suas próprias associações com calor.
O Elemento Fogo é relacionado com a indução (aquecimento de metais), radiação (emissão de ondas de luz invisíveis ao olho humano) e energia térmica, e o processo de combustão (que libera energia quando uma substância química é queimada no ar).
Os profissionais de Feng Shui empregam os Cinco Elementos para corrigir estruturas ou problemas de interesse próprio. Abordagens sistemáticas baseadas em antigos textos, ensinamentos de mestres e nosso moderno entendimento sobre eles na estrutura da ciência, irão deixar isto mais fácil, para que possamos tomar as decisões certas nos ajustes para o benefício de nossos clientes e do planeta.

Ter um bom emprego, um negócio que vai bem e ganhar na loteria ou no bingo é um bom sinal de que sua vida está próspera.

Mas, você sabia que a casa, o local onde passamos mais de 1/3 de nossas vidas, influencia e muito na prosperidade?

A técnica chinesa de harmonização e equilíbrio de ambientes, Feng shui, estuda e procura ativar as áreas e energias de prosperidade que circulam e existem em nossas casa.

Reunimos abaixo uma série de dicas práticas para você deixar sua casa mais próspera e você mais rico.

1)” A PROSPERIDADE BATE À PORTA
Para que a ela, a prosperidade, entre totalmente em sua vida, alguns cuidados são necessários:

– A casa deve ter uma numeração de fácil identificação, se não a sorte não vai te achar.

– A porta deve abrir com facilidade e totalmente. Nada de portas emperradas ou com móveis atrás que impedem a abertura total.

– Ponha um sino de vento de metal atrás da porta. O sino atrai boas energias.

2)” A ABUNDÂNCIA BANHA SUA CASA “.
Para o Feng Shui, toda a casa deve ter um rio calmo e sereno passando diante da porta. O rio irá trazer, para a casa e seus moradores, saúde, prosperidade e alimentos, levando embora as más energias. Hoje em dia, nem sempre conseguimos ter um rio em nossas portas. Mas, podemos colocar objetos e quadros que lembrem água. Você pode colocar, pelo lado de dentro da casa, próximo a porta de entrada, uma fonte de água ligada, um aquário com peixes, uma gravura ou quadro com um rio, mar e barcos, uma foto de um local que tenha cachoeira ou motivos naúticos. Tudo para atrair prosperidade.

3)” O FOGO DA PROSPERIDADE
Você sabia que o fogão é considerado o caixa forte ou cofre da casa. Seu elemento é o fogo. É nele que preparamos os alimentos que irão nos dar sustetanção e energia no dia-a-dia. Anote alguns cuidados que você deverá ter com o fogão:

– Sempre limpo e impecável;

– Todas as bocas e o fogão funcionando bem;

– Nada de lixo perto dele, é anti-próspero.

4)” CUIDADO COM ENTULHO E LIXO
Muitos cuidados para não ficar acumulando e guardando objetos, pápeis, roupas e lembranças que não tem mais utilidade e uso. Estes “entulhos ” provocam a energia estagnada, o que atrapalha a prosperidade da casa. Faça uma avaliação e limpeza geral. Abra espaço em sua casa e vida. Não esqueça de colocar o lixo para fora também.

5)” MUITO VERDE NA CASA
Abuse de plantas. Elas trazem boas energias. Coloque muitas flores amarelas e vermelhas, pois atraem prosperidade e abundância. Arranjo de girassol também é muito usado para atrair riqueza.

6)” MESA DE JANTAR
A mesa de jantar, da sala ou da cozinha, é o local onde as pessaos se reúnem para as refeições e para conversar. O Feng Shui a considera um local também de prosperidade. Coloque sobre a mesa um belo arranjo de flores ou uma fruteira cheia de frutas. Se houver espaço, coloque na parede um espelho para refletir a mesa de jantar e dobrar a prosperidade.

7)” LADRÃO DA ABUNDÂNCIA
Muito cuidado com os banheiros, são ladrões de abundância. Mantenha sempre a porta do banheiro fechada e a tampa da privada baixa. Já irá ajudar bastante.

Você já parou para observar como determinadas cores nos ambientes podem nos agradar ou nos incomodar?

E como aquele cômodo escuro, frio, sem vida em nossa casa, depois que o pintamos, ficou com outra cara e energia renovada.

Pintar uma casa ou um cômodo com a cor escolhida, além de trazer uma sensação de limpo e novo, pode trazer uma vibração especial para o ambiente e para nós que ali habitamos.

Mas todo o cuidado é pouco na hora da escolha da cor das paredes, pois da mesma forma que uma cor pode nos influenciar positivamente, as cores podem nos desagradar ou passar péssimas sensações.

E um fato muito interessante é que podemos estudar e explicar o efeito das cores por várias ciências, mesmo que alternativas.

Para mostrar a riqueza de detalhes e a influência das cores nos ambientes, irei  explicar seus efeitos através da ótica do Feng Shui, cromoterapia e decoração, que tenho usado ao longo desses anos e que têm trazido resultados fantásticos aos meus clientes.

BRANCO

Decoração:  Um ambiente todo branco, para algumas pessoas, pode trazer prazer e calma, e para outras, frieza, tristeza e impessoalidade. O branco nos passa também uma sensação de limpeza, até exagerada! O branco só é branco, quando recebe uma luz intensa direta.

Cromoterapia : Ela potencializa as demais cores. Representa a luz divina.

Feng Shui: É uma cor neutra, que pode ser usada em qualquer ambiente. Muito cuidado quando o branco aparece em demasia em um ambiente, pois nos passa uma  sensação de infinito, frieza, vazio e hostilidade. Deve-se quebrar o branco com quadros e móveis bem coloridos.

PRETO E CINZA

Decoração: É usado em pequenos detalhes, principalmente quando queremos fazer um “efeito especial”, tanto dentro, como fora da casa. Ainda na área interna, é usado para fazer contrastes, principalmente com o branco. Muito usado no teto com pé direito muito alto, para dar a sensação de rebaixo.

Cromoterapia: É o oposto da luz, a escuridão total.

Feng Shui: É opressivo e depressivo. Representa o elemento água e deve se usar com muito cuidado. Em geral, é usado em pequenos detalhes na casa.

VERDE

Decoração: É uma cor muito usada. No chão, nos lembra a natureza. Não incide muita luz, mantendo a cor original. Em locais abertos, complementa madeira e jardins.

Cromoterapia: É a cor da natureza, traz força equilibrada e progresso mental e corporal. Acalma o sistema nervoso e os sentidos. Também significa esperança e satisfação.

Feng Shui: É uma cor neutra que representa o elemento madeira. Muito cuidado em usar a cor verde em locais que predomina o vermelho, pois teremos um local muito quente. Deve-se usar nos banheiros para elevar a energia deste local. Para casas que abrigam pessoas com problemas de saúde, o verde é uma ótima opção.

LILÁS/VIOLETA

Decoração: Tons mais claros podem ser usados em todos os ambientes. Se for uma cor monocromática, pode cansar!

Cromoterapia: Tem efeito purificador, transforma as energias negativas em positivas! Ótimo para a saúde. Acalma o coração, a mente e os nervos.

Feng Shui: Traz tranquilidade, sossego e calma. Estimula a espiritualidade. Nas casas, deve ser aplicado em locais de meditação e oração. Em excesso, pode trazer depressão e ansiedade.

LARANJA

Decoração: Inconscientemente, lembra sabores agradáveis, sendo muito usado em cozinhas. Abre e estimula o apetite. Pode ser usado na sala de jantar, em uma só parede, em tons bem suaves. Em tons mais escuros, sugere estabilidade.

Cromoterapia: Auxilia  a mente a assimila novas idéias, mas deve ser usado com certo cuidado.

Feng Shui: Em pequenas doses, estimula os sentidos, a criatividade e a comunicação. Boa para áreas da casa que quer se estimular o diálogo, como sala de visitas, de jantar e cozinhas. Em excesso, pode provocar conversas demais e até rebeldia.

VERMELHO

Decoração: Muita atenção em seu uso, pois, por ser uma cor muito energética e vibrante, pode provocar excitação e nervosismo, quando aparece em excesso nos ambientes. Em pequenas doses, traz aos ambientes um ar de glamour e até exótico. Em demasia, cai para a vulgaridade.

Cromoterapia: Muito indicado  para pessoas tímidas e retraídas porque estimula a atividade mental e quebra barreiras. Revigora a coragem e a força de vontade.

Feng Shui : Cor que ativa e estimula as áreas de relacionamento afetivo, sucesso, auto-estima, fama e prosperidade. Deve ser usado com muito cuidado e em pequenas doses, pois é uma cor excitante e estimulante. No quarto de casal, ativa a sexualidade. Na sala ou cozinha, estimula o apetite e a fala. Em excesso, provoca brigas, confusões e explosões de humor.

AZUL

Decoração: Pode ser usado em grandes áreas sem tornar-se cansativo, mas deve ser combinado com outras cores para evitar a monotonia. Mais escuro, transmite autoridade. Deve ser usado em ambientes formais.

Cromoterapia: Nos passa calma e serenidade. Também é asséptico e desestressante.

Feng Shui: É uma cor calmante e traz tranquilidade aos ambientes. Deve-se tomar muito cuidado em locais cujas paredes são pintadas de azul claro, pois pode provocar sono em excesso. Já, para quem é muito agitado, é uma boa opção!

AMARELO

Decoração: É muito usado para esquentar áreas escuras e para dar mais iluminação. Em pisos, provoca sensação de avanço. Em grandes áreas e superfícies, pode incomodar por causa da incidência de luz.

Cromoterapia: É uma cor que atua diretamente sobre o mental. É animador, inspirador e estimula o raciocínio. Ajuda no auto-controle. Fortalece os ouvidos e os olhos.

Feng Shui: É a cor da luz. Estimula a comunicação, atividades mentais e abre o apetite. Deve ser usado no quarto de estudo ou na criança. Na cozinha, em doses equilibradas. Em excesso, provoca muita conversa e pensamentos acelerados e confusos, provocando preocupação.

Provavelmente, em algum momento de sua vida, você já se sentiu confuso ao chegar a uma residência. Não achava a campainha, não sabia por qual porta entrar. Batia palmas, chamava, mas ninguém atendia, embora houvesse gente em casa. Ia por um lado, voltava, tinha medo de  avançar … e ,se tivesse um cachorro? Realmente, algumas casas são confusas para quem chega pela primeira vez!

Mais do que facilitar a vida dos visitantes, uma casa com entrada bem localizada e em bom estado facilita também a chegada dos bons fluídos.

O Feng Shui, técnica chinesa de harmonização de ambientes, age no sentido de corrigir os pontos negativos e, principalmente, atrair energias saudáveis para um ambiente. Os próprios moradores criam energias positivas ou negativas dentro de casa, a partir de seus pensamentos, sentimentos e hábitos. Mas também podem atrair bons fluídos para dentro do lar.

Mas, por onde entrariam os tais bons fluídos? Pela porta, é claro! E para que você entenda de forma bem clara como é a filosofia do Feng Shui, vamos tratar o “Chi” – as boas energias, que trazem felicidade, saúde, prosperidade e harmonia – como um ser humano, um amigo muito querido e esperado, certo?!

A simpatia, atração, bem estar, repulsa, nojo e mal estar são sensações que afetam tanto os seres quanto o “Chi”. Tudo de bom, harmonioso e saudável que você fizer em sua casa para agradar a si mesmo, aos familiares e aos amigos também estará fazendo para agradar ao “Chi”.

Quando recebemos amigos muito queridos em casa, preparamos tudo com antecedência: a limpeza do ambiente, a comida, música e todas as formas de tornar a estadia deles o mais agradável possível. Na hora marcada a campainha toca, você abre a porta da frente e os recebe com os braços abertos, preparados para um forte abraço. E é exatamente assim que vamos receber nosso amigo “CHI”, que sempre entra pela porta da frente de nossa casa!

Aliás, nossa casa e seus cômodos estão carregados de simbologias. A porta da frente está relacionada com a boca da casa e se existem janelas, simbolizam os olhos. Por isso as janelas devem estar sempre muito limpas, caso contrário, a sujeira e o embaçamento atrapalham a visão e busca de novos horizontes por parte dos moradores. Vidros quebrados, então, nem pensar, substitua-os assim que quebrarem!  Outra dica importante,  é sempre usar vidros transparentes. Os moradores precisam ter uma visão clara e nítida da rua e arredores. A privacidade fica por conta das cortinas ou persianas!

Imagine, agora,  que você vai receber um amigo muito querido ou alguém importante e cerimonioso. Quando ele chega a sua casa, a campainha não funciona.

Ele é obrigado a gritar, bater palmas ou esmurrar a porta. Desagradável, não?!  Quando tentar entrar terá dificuldades, porque o portão está em péssimo estado, sem pintura, com pontos de ferrugem e fora de prumo. Mas nosso amigo tem boa vontade e entra… Até chegar à porta de entrada tem de desviar de coco e urina de cachorro.

Tudo bem, ele segura a respiração e continua…Aff… Passa por um jardim mal cuidado, cheio de ervas daninhas, plantas ressequidas e abandonadas. Em meio a esse cenário, nosso amigo felizmente nem repara na pintura antiga e nas rachaduras na parede!

Você teria prazer em frequentar um lugar assim? Nem o ‘CHI’! Nada o obriga a entrar em casas mal cuidadas e sujas. Limpeza e manutenção básica são vitais para atrair o ‘CHI’ e seus bons fluídos e dependem mais de boa vontade do que de dinheiro.

Nosso amigo ‘CHI’, agora vai entrar em casa!  Visita importante entra pela porta da frente, certo? Nada de entrar pela cozinha ou quintal. Eu particularmente,  acho muito desagradável as famílias que simplesmente aposentam a porta da frente, fazendo todas as entradas pelos fundos. Afinal, as pessoas mais importantes são seus moradores e estes merecem todo respeito, carinho e honras. Mas, independente de minhas preferências pessoais, o ‘CHI’ acabará entrando também pelas portas dos fundos, transformando-a em porta principal, se esse for o hábito da família!

A porta principal deve estar em ótimo estado para receber nosso amigo ‘CHI’. Limpeza, pintura em ordem, sem pontos de ferrugem ou madeira comida. A porta deve abrir-se com facilidade e ter as dobradiças bem lubrificadas. Nunca coloque móveis ou entulhos atrás das portas, que precisam se abrir por completo e livremente para facilitar a entrada do ‘Chi’.

E por falar em porta, a maçaneta poderia ser considerada as mãos da casa. Tocar na maçaneta seria como apertar a mão do dono da casa. Um aperto de mão deve ser firme e objetivo, caloroso, sem apertar demasiadamente. O extremo oposto seria a famosa mão mole, aquele que apenas encosta a mão e não passa firmeza e personalidade. Uma maçaneta quebrada, enguiçada ou frágil demais passa essa impressão. O ideal seriam as de metal polido e com formato que transmitisse a idéia de solidez e poder de fechar a casa às influências indesejáveis.

1) Evite portas com pinturas em mal estado, com a madeira comida ou enferrujadas (no caso das de estrutura metálica). Nada de campainhas quebradas, portas emperradas e cheias de entulho que atrapalhem a livre passagem

2) As maçanetas devem estar em ótimo estado e passar a idéia de solidez

3) A entrada da casa deve ser alegre e convidativa. Plantas e flores são sempre bem vidas, desde que estejam muito bem cuidadas. Cercas vivas dão a sensação de proteção

4) Os cuidados com a porta da frente também valem para o portão e cercas. Observe também a pintura da fachada e estado geral do piso

5) A porta da frente deve ter tamanho proporcional à construção e ser sempre maior do que a porta dos fundos. O lado esquerdo é a melhor localização para uma porta de entrada, quando se está de costas para a residência. A solidez da porta também é importante, as de madeira são preferíveis às de vidro

6) O ideal é que a porta da frente sempre abra para um terreno plano e nunca para descidas ou subidas. Uma subida simboliza obstáculos e frustrações. Uma entrada no topo de uma escada é considerada positiva. Para estimular o “Chi”, cultive plantas nos degraus.

7) A entrada principal deve oferecer proteção contra o mal tempo.

8) A porta da frente deve ser encontrada com facilidade, por isso o cuidado com a iluminação é muito importante. Pode ser muito positivo, também, você pintar a porta de uma cor contrastante com as laterais da casa.

9) E, para complementar, se houver espaço, coloque uma fonte de água, banheira de passarinhos ou chafariz na entrada, o elemento água está relacionado com prosperidade e sorte.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Feng Shue

  1. Gostei muito do texto. Eu gostaria de saber como devem ser os quartos de solteiro e de casal de acordo ao Feng Shui: cor, disposição dos móveis em relação à portas e janelas, objetos e quadros que devem ser usados na decoração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: